Francisco Petrônio: 14 anos de saudade

Filho de imigrantes italianos, nascido no bairro do Bexiga, na cidade de São Paulo, Francisco Petrônio nos deixou aos 84 anos de idade, no dia 19 de Janeiro de 2007. O cantor foi vítima de de complicações de uma infecção abdominal e seu corpo foi sepultado no Cemitério do Araçá.

Seu nome verdadeiro era Francisco Petrone e nasceu no dia 8 de novembro de 1923. Ser cantor era um sonho de criança, mas quando trabalhava como taxista, ele costumava cantar enquanto dirigia. Numa dessas corridas, pegou o cantor Nerino Silva que gostou muito de sua voz e lhe vez um convite para fazer um teste na TV Tupi. Foi assim que começou sua carreira de sucesso.

Em 1964 gravou a música "Baile da Saudade" que marcou sua carreira e bateu recordes de vendas. Na televisão, em 1966, Petrônio criou o programa "Baile da Saudade", apresentado na TV Paulista, aproveitando a boa receptividade da música que levava o mesmo nome. Posteriormente, passou por várias emissoras brasileiras, como TV Bandeirantes, TV Gazeta, com o programa "Trasmontano em Família", TV Cultura, com "Festa Baile", TV Record, com "O Grande Baile" e Rede Vida, com o programa "Cantando com Francisco Petrônio".

Em 46 anos de carreira, gravou cerca de 750 músicas e teve lançados 55 discos e CD´s, entre gravações solo, participações especiais e regravações. 

Casado com Rosa Petrone, teve três filhos, José, Armando e Francisco Jr., e seis netos, Alessandro, Leandro, Thiago, Juliana, Camila e Rafaela.