Morre o radialista Alair Bellini

Morre o radialista Alair Bellini
Imagem: Reprodução

Faleceu na manhã desta quarta-feira, aos 75 anos, o ex-radialista Alair Bellini. Vítima de um infarto, Alair marcou época na comunicação na região de Campinas, no interior paulista, e se tornou referência para uma legião de admiradores.

Natural de Itapira (SP), Alair Bellini foi criado pelos tios Marcos Bellini e Palmira Gotti. Daí veio o sobrenome Bellini que usava no rádio apesar de na certidão de nascimento constar (Alair Alves) o sobrenome dos pais biológicos Abílio Alves e Rosira Gotti.

Com uma voz marcante, ele sabia como poucos se comunicar com seus ouvintes e seus entrevistados.

Também teve passagem pela imprensa escrita e atuou em muitas rádios da região como Itapira, Mogi Mirim e Mogi Guaçu. No final da década de 70 se destacou no rádio campineiro, especialmente no futebol, como setorista do Guarani F.C acompanhando a trajetória do time que se sagrou campeão nacional  e sendo um dos primeiros repórteres a entrevistar o então jovem jogador Careca.
 
Em Mogi Guaçu, Alair também marcou época ao comandar programas na Rádio Vale Verde FM. Em seus programas, Bellini interagia com a população e auxiliava na busca de ajuda para quem precisava. 

Nos últimos anos, aposentado da função de radialista, curtia a família ao lado da esposa Cecília Ferraz com a saúde fragilizada por conta de um AVC. Alair Bellini completaria 76 anos no próximo dia 12 de junho.

Seu sepultamento aconteceu no final da tarde desta quarta-feira (12), no Cemitério da Praça da Bíblia em Mogi Guaçu.


*Colaboração: Antonio Carlos Tedeschi